quinta-feira, 9 de agosto de 2007

EPA



Epa???

Joca Faria

Estamos aprendendo a usar este mundo virtual para reais experiências de linguagem. Deparei me com uma ousada proposta de nosso Cesar Pop...E vamos nos aventurar, afinal tudo cabe em nosso quintal.
O beijo dado nesta madrugada, incendiou meu desejo. O sexo veio e nos sentimos felizes no dia de hoje.
Quero fazer uma canção tão igual e tão diferente das que ouvi ontem. Rita lee e sua viagem sonora me encantou, no Yotube. Quero ouvi-la em todas as galáxias que for... Não quero nada além de escalar nú, a pedra do Baú.
E cantar na madrugada fria, da minha, da nossa Mantiqueira...
Dia desses, estava eu em plena praça Afonso Pena, acompanhando a vida de um pardal...que belo Pardal! livre leve e solto....hoje li um poema sobre tigres de nossa Elizabeth ...em seu mundo subterrâneo...
quem somos nós, além de nossa falsa moralidade? Seguro- me na cadeira de balanço, ao ler um livro sobre a prostituição em São Paulo...vejo-me em todos os personagens, as prostitutas, os bêbados , bichas... Agora, neste plano, sinto a necessidade de chegar mais próximo do sol, sem queimar minhas asas. Quero ser Deus!!! Para isso, deixo minha alma de Demônio para traz. BUSCO sair deste labirinto de orgias e pecados insanos e tornar-me um diamante. Qualquer dia desses, mando uma entrevista para o Marcelo Planchez, por enquanto, saboreio as resposta de Edu Planchez. Minha alma caminha sobre a terra, sou o pássaro preso na gaiola...
Sou a mulher de pernas abertas na madrugada de São Paulo. Não sou eu mesmo, pois ando longe, muito longe de minha essência. Quero ver a luz, quero ser luz...
Prefiro meu silencio sexual a grandes orgias. Já vivi em muitas eras e experimentei tudo isso, minha amiga.Agora busco algo sagrado...
Já vivi em templos e bordeis, já fiz de tudo que sua torpe imaginação pode querer. Agora, caminho em direção ao mercado para comprar uma rapadura de cinqüenta centavos...
Não mais tenho medo dos infernos... Já sei que passei por ele. Agora, quero chegar aos céus e tornar me anjo...

João Carlos Faria

www.cidadedaspalavras.com.br

Nenhum comentário: