quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

TICO SANTA CRUZ


Apresento-lhes meu novo eu.

O mesmo, diferente.

Que aparentemente não pretende

manter-se igual eternamente.


Certa vez cheguei a dizer:

minha imagem expressa meu estado de espírito(?).

Meu eu, meu ser.

Não havia mais o que fazer.


Enjoado de mim

estava eu.

Já era de madrugada quando esse ai nasceu.



Tico Santa Cruz


(retirado do blog Clube da Insônia do Tico Santa Cruz)

Nenhum comentário: